sexta-feira, 16 de abril de 2010

Choreis


Choreis, por que eu não sei?
Talvez por aquilo que pensei que conheci
Se jogando no momento único
 que se eterniza com facilidade

Uma eternidade pra apaga,
 com necessidade de querer mais
Lembrando que é só um momento 
existencial que só existe dentro de um

Dos quais se separa, pra nunca mais 
naquele momento em vida
Vai com cuidado disse pra si mesmo com receios
Seja o medo do para sempre ou de único momento

Conhecia sua fraqueza e sua grandeza 
que foi esquecida num simples sorriso.
Queira aquilo que via em sonhos, 
acreditamos em anjos

Que levava para um mundo conhecido, 
mais se tornava estranho como se nunca tivesse passado por lá
Pegue em minha mão, me deixe sonha em seus braços
Quando acorda, se vai, se lembra e chora pelos pedaço....


Duda Gonzalez

Nenhum comentário:

Postar um comentário