sexta-feira, 14 de maio de 2010

Os Sonhos

Os sonhos foram banhados                   
nas águas da miséria                       
e derretem-se.                              
Os sonhos foram moldados                   
a ferro e a fogo                           
e tomaram a forma do nada.                 
Os sonhos foram e foram.                   
Mas crianças com bocas de fome             
ávidas, ressucitaram a vida                
brincando anzóis nas                       
correntezas profundas.                     
E os sonhos, submersos e disformes         
avolumaram-se engrandecidos                
anelando-se uns aos outros                 
pulsaram como sangue-raiz                  
nas veias ressecadas                       
de um novo mundo.

(Conceição Evaristo)

Afeto

A madrugada                                       
abriu os braços                                    
e o céu                                           
a cobriu de estrelas.


Rotina          
                
Há sempre um homem                                
me dizendo                                        
o que fazer.

(Esmeralda Ribeiro)

Em Possível

Transpassa                                               
Em minhas veias                                      
Tua presenca invisível                              
Teu coração pulsa                                                          
nos fios de cabelo                                       
Peso da conciência                                    
suor brotando                                            
nas unhas encravadas,                              
Te afago travesseiro                                                  
de lágrimas                                                 
Entre teia e peia                                                         
busco viagen de mente

   ( Gilzete Marçal )

Delirios


Aqui e agora,                                                        
Nesse silêncio mudo,                                         
Sou criança, sou mulher, sou senhora...        
Já que os sonhos permitem-me tudo.             
Não sonho em vão, eu bem sei,                       
Jamais me alimentei de ilusão.                        
Mas sem os sonhos, o que serei?                      
quando a vida insistir em dizer não?              
Aqui e agora.                                                         
Nessa solidão que reclama                                 
Sou rainha, princesa, sou dama...                      
E a comida farta na mesa,                                   
E os lençois de seda na cama,                             
Serão o símbolo da riqueza,                                
De toda a nobreza que me inflama.                  
Aqui e insistentemente agora,                           
Nesse pensamento que penso,                           
Sou sua . . . tão loucamenta sua,                        
Que já nem sei mais o quanto me pertenço.   
Nesse delírio absurdo,                                          
Já que os sonhos permitem-me tudo.               

(Andrea Cristina Rio Branco)

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Sade

Essa mulher tem uma voz lindamente suave, que faz sonhar!!!

sábado, 24 de abril de 2010

trecho musicas Chico science

'somos todos juntos uma miscigenação e nao podemos fugir de nossa etnia'


'Andar pelo Brasil ou em qualquer cidade, andando pelo mundo sem ter sociedade.'


"A responsabilidade de tocar o seu pandeiro"


'vou sonhando com a mulher que talvez eu possa encontrar'


Que o mundo tem a palavra que você pode escrever


E em vez de cair em suas mãos preferia os seus braços


Grite poesias que eu te amarei
Até a minha ida, grite poesias
Que o mundo tem
A palavra que você pode escrever
Grite poesias



Eu vou fazer uma embolada, um samba maracatu, tudo bem envenenado, bom pra mim bom pra tu


Eu escrevo seu nome nele só pra demonstrar o meu apego.



terça-feira, 20 de abril de 2010

Frase

 ♥ Corro risco imagináveis, pelo simples fato de existir.♥

♥ Mesmo depois de muitos anos, ainda acredito em coelhinhos da páscoa, quem sabem ele não traz o que eu pedi.♥


♥ Tenho medos dos sentimentos que eu não conheço, por que os que eu conheço me matam todos os dias.♥

♥ Crio escudos existenciais todos os dias, me distraio e os perco em pequenos momentos de alegrias. ♥